Trânsito seguro, uma causa social e tanto

Trânsito seguro, uma causa social e tanto

19/07/2017

Varejo de motopeças em Santa Catarina aposta na conscientização de motociclistas

 

Por Nei Bomfim

 

Empresas que colaram a ação social ao seu perfil vêm percebendo que esta pode gerar consequências muito positivas além do previsto. É o caso da Motec Racing, varejo de motopeças e acessórios, que inclui venda de motos usadas, oficina e lavagem, em Gaspar (SC). As interações da empresa com sua comunidade já ultrapassaram o que seu proprietário, Evandro Luis Bruxel, tinha como expectativa.

A Motec Racing começou em 2003, “sem nem um parafuso”, e hoje abriga 16 funcionários em 700 m² no centro da cidade. E desde 2016 conta com uma segunda unidade em Blumenau.

“Uma de nossas ações consiste em participar do Maio Amarelo”, conta Evandro a respeito do movimento nacional de conscientização sobre o trânsito. Nessas ocasiões, a Motec acompanha a Polícia Militar e órgãos municipais em palestras realizadas nas trocas de turno das grandes empresas.

O Maio Amarelo alerta para a gravidade da situação do trânsito ao lembrar que 90% das cerca de 3 mil mortes diárias mundiais ocorrem em países em desenvolvimento, como o Brasil. A Motec percebeu que essa conscientização pode salvar vidas –e gerar novos clientes.

 

Checkup gratuito

Outra interação da loja é ir às grandes empresas para um checkup gratuito nas motos dos funcionários. A equipe checa itens de segurança, como pneus, freios, embreagem, relação e cabos de comando, deixando um laudo para cada veículo.

Um dos resultados imprevistos: “Se na segunda vistoria a moto do funcionário lá da Bunge, por exemplo, mantém o pneu careca já apontado numa primeira vez, ele é advertido pela companhia”, relata Evandro. O objetivo da multinacional é claro: cuidar da segurança do seu pessoal e reduzir o número de acidentes de percurso, o que, segundo Evandro, já ocorreu. Como consequência, segundo o dono da Motec, o cliente enviou relatório sobre essa ação à sua holding nos Estados Unidos.

Evandro lista outro efeito positivo desse tipo de ação: “Noto que nossos funcionários que foram ao corpo a corpo nas empresas voltam com outra postura”.

Uma ação isolada em 2016, entretanto, lhe gerou muita visibilidade e simpatia. Um gasparense com deficiência motora precisava restaurar seu triciclo, montado a partir de uma Bizz 125, para poder trabalhar. Um mutirão liderado pela Motec com outros empresários devolveu-lhe o veículo renovado e estiloso. A ação gerou vídeo da TV Gaspar online e viralizou. E a Motec até hoje recebe elogios ali no balcão.