Mercado

Retomada com lançamentos

Escrito por admin -

O varejo de autopeças está pronto para a retomada plena em 2022, trazendo uma agenda de lançamentos ampla e diversificada, segundo avaliação de executivas e executivos de seis importantes fabricantes: Eaton, Nakata, ZF, Bosch, Schaeffler e Fras-le

Por Paulo Carneiro

A meta dos fabricantes para 2022 é estreitar o relacionamento presencial com clientes e parceiros, mesmo que o contato online tenha conquistado espaço. Isso significará também uma ampliação das visitas a lojas e oficinas, palco privilegiado para a troca de informações.

EATON

Segundo o diretor de Aftermarket da Eaton, Carlos Carvalho, a empresa iniciará o ano com muitas novidades, a começar pela expansão nas linhas de interruptores e sensores, bem como novos componentes em transmissões automatizadas. “Vamos ampliar a linha de vedadores, aplicações de embreagens veiculares e agrícolas, a linha de rolamentos EAP e as aplicações de válvulas de motores, incluindo as de tecnologia hollow”, afirma.

Na opinião do diretor, o aftermarket tende a registrar mais um ano de bons resultados, principalmente na busca de novos mercados. “Entendo que o crescimento não será tão acelerado, como ocorreu atipicamente em 2021, mas seguirá a tendência registrada no segundo semestre, baseada no equilíbrio da cadeia de fornecimento e disponibilidade de produtos.” Carvalho afirma ainda que a presença no mercado é fundamental para dar suporte aos clientes e parceiros, sejam distribuidores ou consumidores, aplicadores ou frotistas. “Mantivemos nossa estratégia de incrementar a força de vendas, que terá muito mais intensidade agora, pois estaremos retomando as visitas e treinamentos em modelo híbrido, mesclando o digital e o presencial.”

Nakata

O diretor de Produtos e Suprimentos da Nakata, Marcelo Tonon, afirma que os lançamentos seguirão em evolução, mantendo o portfólio sintonizado com as necessidades do mercado. “Teremos novas linhas de produtos em conexão com nossa estratégia de oferecer soluções completas em suspensão, direção e transmissão para veículos de passeio, comerciais e duas rodas”, afirma. “O portfólio da Nakata tem mais de 5.600 itens e oferece cobertura para mais de 90% da frota de veículos, com a retaguarda do nosso Centro de Engenharia Avançado, que estuda e pesquisa as tendências.”

O executivo destaca que a empresa acaba de inaugurar o Complexo Nakata, em Extrema (MG), que, segundo ele, foi projetado para atender demandas futuras, com uma planta de produção de amortecedores baseada na indústria 4.0 e um moderno centro logístico. “Com isso, ganhamos mais competitividade no mercado nacional e globalmente também”, diz.

Segundo Tonon, a Nakata deverá reativar o programa Auto Stop, que faz a checagem gratuita dos componentes de suspensão em centros automotivos de diversas regiões do país em parceria com as oficinas. “Os eventos são voltados à prestação de serviço, e, ao mesmo tempo, estabelecem um relacionamento da marca junto ao consumidor final”, destaca. “Também voltaremos a realizar as visitas técnicas, os processos de garantia, treinamentos e atendimento presencial aos Auto Centers Nakata.” Para a área de vendas, ele adianta que foram reativadas as visitas aos distribuidores, em casos específicos, mas a empresa está preparada para atender a todos, mediante prévia autorização. “Temos essa maneira única de atuar, visando estar próximos aos clientes para garantir fluidez nas informações e agilidade na ação, identificando oportunidades e oferecendo soluções”, declara.

ZF

Já a gerente sênior de marketing e comunicação da ZF América do Sul, Fernanda Giacon, afirma que a ZF Aftermarket vai ampliar sua oferta de produtos no próximo ano, com previsão de mais de mil novos itens em todos os segmentos. “Isso inclui novidades para o setor de reposição do segmento automotivo, desde os veículos leves até os pesados em todas as suas marcas – Lemförder, Sachs, TRW, Wabco e ZF”, diz. “Apesar dos desafios impostos pela Covid-19 e problemas relativos ao câmbio, o setor de reposição cresceu em 2021 e o próximo ano deverá ser ainda mais positivo”, completa. Para Fernanda, o avanço na vacinação em massa trará novas perspectivas, com o retorno dos consumidores às ruas e ao comércio. Isto, segundo ela, “impactará a economia do país e o mercado como um todo”.

A executiva entende que as visitas técnicas, eventos e treinamentos presenciais deverão ser retomados, desde que “em um ambiente seguro para todos os envolvidos”. Nesse sentido, sua expectativa é que os programas de qualificação criados pela ZF Aftermarket venham a crescer ainda mais em 2022. “Tanto o Amigo Bom de Peça quanto o Amigo Bom de Venda passaram a fazer parte da realidade de lojistas e reparadores, não só por serem gratuitos, mas por oferecerem conteúdo a esses profissionais. A oportunidade de voltar a realizar ações presenciais será uma satisfação imensa para a ZF Aftermarket.”

Bosch

Na mesma linha, o gerente nacional de vendas da Bosch Automotive Aftermarket, Marcelo Gomes, estima que a empresa dará continuidade à ampliação do portfólio com lançamentos em todas as áreas. “Temos uma ampla gama de produtos, tanto para linha leve quanto pesada, com qualidade e robustez amplamente reconhecidas”, diz. De acordo com o gerente, o objetivo é ampliar a cobertura da frota nacional e expandir diversas linhas de produtos, como filtros, pastilhas de freio tradicional, bem como a linha premium, que, segundo ele, vem aumentando sua participação no mercado. “Temos ainda as linhas de injeção e ignição, com o desenvolvimento constante e completo para a reposição, e a linha de velas de ignição, linha elétrica com expansão de cobertura, e linha diesel eletrônico.” Gomes informa ainda que os lançamentos da Bosch “chegam ao mercado com toda qualidade e tecnologia da marca, além da garantia de um produto original e do compromisso com a excelência”.

Segundo ele, a divisão de Aftermarket da Bosch vem crescendo de forma consistente nos últimos anos por conta de ações desenvolvidas com foco na reposição. “Para o próximo ano, esperamos manter o mesmo ritmo de crescimento. Por isso, buscamos identificar as tendências e as expectativas do segmento para assim definir as ações de médio e longo prazo, investindo todos os nossos recursos apropriadamente na cadeia de distribuição.” De acordo com Gomes, a experiência do usuário, a transformação digital, a conectividade e a Internet das Coisas (IoT) estão em alta e crescendo em ritmo acelerado. “O setor de reposição automotiva terá que estar familiarizado, seguindo as tendências tecnológicas e mudanças comportamentais dos usuários para se manter competitivo.”

Além da intensificação dos lançamentos, o gerente destaca que a partir do próximo ano haverá um maior número de eventos e treinamentos em formato híbrido, voltados à capacitação profissional. Para Gomes, a diversidade do setor exige atualização constante. “Por isso, a Bosch está sempre atenta à evolução e à importância da capacitação voltada ao desenvolvimento dos negócios e serviços de reparação.”

Schaeffler

Para o vice-presidente sênior Aftermarket Automotivo da Schaeffler América do Sul, Rubens Campos, as perspectivas são animadoras para 2022, com o retorno à normalidade e à prospecção de oportunidades de negócios. “Entre os principais lançamentos programados para o ano que vem, a Schaeffler apresentará ao mercado produtos como o RepSet DMF – solução completa de reparo, com o sistema de embreagem e volante dupla-massa; o GearBox – para reparo das caixas de transmissão; o Kit FEAD – solução para reparo do sistema acessório; os Kits de Correntes – para reparo do sistema de distribuição; além da linha de rolamentos de roda.”

A programação, porém, segundo o executivo, pode ser ampliada, a depender da demanda e das necessidades dos clientes. “Vemos o mercado ganhando ainda mais força, uma vez que, apesar da queda nas vendas dos veículos zero KM, a frota nacional segue crescendo e necessita de reparo de forma rápida e eficiente”, afirma. “Embora o aftermarket tenha um histórico de não sofrer grandes abalos, devemos reconhecer que a situação atípica trazida pela pandemia realmente surpreendeu a todos.”

Na opinião do dirigente, a cadeia de distribuição soube enfrentar a adversidade com maturidade e competência, reduzindo o impacto provocado pela crise. “Desde o segundo semestre de 2020, o setor de autopeças vem retomando os níveis de vendas e segue investindo em lojas, tecnologias e logística”, declara. “Com relação à assistência aos lojistas e reparadores, as atividades presenciais nos darão ainda mais força para mantermos a comunicação de forma satisfatória. Passamos por um momento que tivemos de reaprender a nos comunicar, disponibilizando conteúdos virtuais através do Retxpert, Websérie Super Dicas, lives, treinamentos online entre outros.”

Segundo ele, mesmo virtualmente, os conteúdos da Schaeffler chegaram no dia a dia de nossos clientes nas lojas, oficinas e centros de distribuição. “Agora, com o retorno às atividades presenciais, voltaremos a utilizar nosso Centro de Treinamento Técnico na planta de Sorocaba como também seguiremos com as visitas ao campo para promover a capacitação e incrementar o contato com toda a cadeia da reparação automotiva”, afirma. “A Schaeffler e suas marcas – LuK, INA e FAG – estão totalmente preparadas a atender nossos clientes, seja no formato virtual ou presencial, levando conhecimento e informações importantes para atender as necessidades da reparação automotiva.”

FRAS-LE

Por meio de sua assessoria de comunicação corporativa, a Fras-le informa que prevê para 2022 o lançamento de mais de 140 referências entre pastilhas, sapatas, cilindros, discos e tambores de freio nas marcas Fras-le, Lonaflex, Controil, Fremax e Nakata. Em nota, encaminhada com exclusividade à Revista Pellegrino, a empresa informa que “trabalha com uma expectativa positiva para o próximo ano, com a retomada gradativa da normalidade. Na Linha Comercial, o crescimento do agronegócio fomenta o segmento de peças de reposição principalmente para o transporte de cargas, movimentando este mercado praticamente todo o ano.”

Com relação ao transporte de passageiros, segundo a nota, a previsão é de aumento no número de usuários devido à vacinação e também aos fortes reajustes nos preços dos combustíveis (gasolina e etanol). “Já na Linha Leve ocorreu um grande aumento de demanda nas manutenções dos veículos no segundo semestre de 2020 e no primeiro semestre de 2021, em razão da pandemia. Em 2022, temos expectativa de um mercado com crescimento mais conservador.”

Quanto à assistência, a Fras-le informa que sua equipe de vendas e pós-vendas manteve o suporte aos clientes, potencializando o contato por meios digitais devendo retomar os atendimentos presenciais, preservando a segurança e a saúde de todos os envolvidos.

“O crescimento seguirá a tendência registrada no segundo semestre, baseada no equilíbrio da cadeia de fornecimento e disponibilidade”

Carlos Carvalho, diretor de Aftermarket da Eaton

“Teremos novas linhas de produtos em

conexão com nossa estratégia de oferecer soluções completas”

Marcelo Tonon, diretor de Produtos e Suprimentos da Nakata

“Tanto o Amigo Bom de Peça quanto o Amigo Bom de Venda passaram a fazer parte da realidade de lojistas e reparadores”

Fernanda Giacon, gerente sênior de Marketing e Comunicação da

ZF América do Sul

“Esperamos manter o mesmo ritmo de crescimento. Por isso, buscamos identificar as tendências e as expectativas do segmento”

Marcelo Gomes, gerente nacional de Vendas da Bosch Automotive Aftermarket

“Com relação à assistência aos lojistas e reparadores, as atividades presenciais nos darão ainda mais força”

Rubens Campos, vice-presidente sênior Aftermarket Automotivo da Schaeffler América do Sul

SAIBA MAIS

EATON

0800 170 5555

www.eaton.com.br

BOSCH

0800-7045446

www.bosch.com

NAKATA

0800-707 8022

www.nakata.com.br

SCHAEFFLER

(15) 3335 1500

0800 011 10 29

www.schaeffler.com.br

ZF

0800-0111100

www.zf.com

FRAS-LE

08007512169

www.fras-le.com

Copyright © 2021 • Pellegrino - Todos os direitos reservados