Caro Eleitor

Tempo de transformação

Escrito por admin -

Por Paulo Alcarria

Diretor de Vendas

[email protected]

Estamos na reta final de 2021. Vivenciamos mais um ano complicado, com limitações e desafios provenientes de várias frentes: desde aspectos financeiros e administrativos, na área profissional, até saúde física e emocional, no âmbito pessoal. Transpor esses obstáculos foi realmente um exercício de resiliência, superação e flexibilidade. Com a pandemia sob controle e a população vacinada, é hora de analisar as lições deixadas por esse período de grandes turbulências.

Na Pellegrino, já fizemos uma criteriosa avaliação dos acontecimentos do último ano e, muito mais do que as novas tecnologias como alardeiam os especialistas da área econômica, acreditamos que o maior legado da crise sanitária foi a aproximação com as pessoas. Estar perto dos clientes, entender suas necessidades, aprimorar a escuta, compartilhar experiências, dar e receber apoio, nos manteve ativos e unidos. O que nos leva a afirmar que o diferencial competitivo dos próximos anos estará centrado no capital humano, intelectual e cultural das organizações. Por mais que a evolução digital venha a fazer parte do nosso dia a dia, é o aspecto humano que indicará a melhor direção a tomar, os desafios para superar e os erros a serem corrigidos.

Na esteira desse pensamento está a relação das empresas com os colaboradores. Com a oferta de diferenciais tecnológicos transformados em commodity, as pequenas e boas ideias serão cada vez mais responsáveis pela inovação dentro das organizações. Cultivar um ambiente sadio, onde as críticas e sugestões são bem-vindas, é o primeiro passo para novas atitudes e métodos de trabalho serem implantados em prol da satisfação de clientes.

Mas só isso não basta. Sem processos estabelecidos, sem o envolvimento da liderança e sem tolerância aos erros e aos riscos todo o esforço de captar propostas de melhorias pode parar no fundo de gaveta. Para esse empenho não morrer na praia, a Matéria de Capa dessa edição traz, na voz de especialistas da área, dicas de como ingressar no mundo da inovação. As orientações envolvem basicamente iniciativas da área de gestão, mas envolvem também um olhar analítico para o papel ativo da área de recursos humanos, que precisa cada vez mais abandonar o perfil tarefeiro e dedicar seu tempo ao treinamento e desenvolvimento dos profissionais da empresa.

Essa mudança comportamental não acontece da noite para o dia. Da mesma forma, boas ideias não brotam na primeira reunião do time. É praticamente um contrato de confiança mútua que vai crescendo pouco a pouco, e o resultado será muito mais produtivo se o conteúdo originado desse acordo for criado, construído e implantado em conjunto.

A Pellegrino também deseja fazer parte desse movimento. Nosso time está a postos para oferecer dicas de como crescer no mercado, mas também contamos com suas críticas e sugestões para a gente evoluir na mesma toada. Vamos conversar?

Boa leitura!

Copyright © 2021 • Pellegrino - Todos os direitos reservados